sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Um ritmo


Lastimáveis sonhos,
Perco-me, logo me acho. Acordo.
Caminhos longos, exaustivos a minha alma.
Melodia é a base, o ritmo a seguir.
Cansei de falar de amor, mas, não de amar.
Fecharei os olhos, me deixe voar.
Guiarei, e vou encontrar.
Encontrar o que penso saber.
Ou aniquilar.

5 comentários:

Andréia Regina disse...

Um ritmo assim se achega vez por outra em min, um tanto desconcertante. rs.
'' Cansei de falar de amor, mas, não de amar.'' só fechando os olhos e voar com a imaginação pra entender *-*

Roberto Borati disse...

belíssimo! de qualquer forma, sinta sempre...

Yorrana Barbosa disse...

Belo post.
"Cansei de falar de amor , nao de amar" adorei mesmo.
Achei bem "tocante" o seu texto.
*--*Parabens , você usa as palavras perfeitamente bem *--*.
Sucesso .

http://dreamsofyorrana.blogspot.com/

Ovos Mexidos disse...

Muito bom mesmo adoreii..

:d

bjs

Elania disse...

Cansei de falar de amor, mas, não de amar. ²
Será que é tão ruim assim?! rs.
Lindo *-*