sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Me acorde

Não estou interessada, não busco interesse algum.
Há uma calmaria tão grande que me perturba aos poucos, incomoda aos montes.
E o pior de tudo, é o meu bem. Sinto-me bem, não nego. Vivo.
Uma parte recolhe-se, enquanto a outra transborda espontaneamente.
Há uma linha muito fina entre os dois.
Outros alegam erradamente.
Há tanto de mim por aí,
E tanto a descobrir por vir.
Me acorde quando chegar.

6 comentários:

ShiBel disse...

Lindo !
segue ae :
http://passatemposdosjovens.blogspot.com/

Humor tá louco disse...

Bem legal !

Marcelo L. disse...

Você escreve muito bem!
Belo texto.

@iamvictor_ disse...

que bonito, adorei

palavras ao vento disse...

belas palavras...acordar para uma nova vida...uma novo dia...

Roberto Borati disse...

belíssimo post, escrito e tudo mais!