segunda-feira, 21 de junho de 2010

Aperte o play

Apenas uma observação, um ponto de vista; Exatidão.
Sinta o tremor da música que lhe serve como trilha, absorva tudo que captar com seus olhos; Viva outra história enquanto a música não termina; Aperte o play.
Lembre do que nunca esqueceu; Invente a melhor forma do imaginário; Não saia do lugar, feche os olhos e não se esqueça de voar; Pause para enfatizar.
Ria do improvável, do inconsolável; Do que se oprimi e não aconteceu; Ultrapasse as expectativas; Não seja dependente da trilha que lhe aparece á frente; No ritmo que quiser um dia se chega lá; Mesmo sem saber aonde se quer chegar.

9 comentários:

Roberto Borati disse...

que aperte então, mas sem medo.

Fernanda Elisa disse...

Opa! Que texto fantástico!
Gosto das suas palavras e do ritmo de seus textos...são muito bons!

Apertei o play!

Bianca Pc disse...

muito bom
dificil escrever sobre felicidade sem parecer cliche,e voce nao faz assim,escreve muito bem e tem uma otima imaginaçao

"Não seja dependente da trilha que lhe aparece á frente"
gostaria de ser assim

Conversa Miúda disse...

Lindo, Lindo e lindo teu blog.
Tudo muito bem colocado, bem escrito, estéticamente falando tb...

Parabens viu!

caso queira retribuir a visitinha:

http://conversamiudaa.blogspot.com/

Grande beijo! ^^

Paty disse...

ameeeeeeeeeeeeei, sério! ♥
apertei o play, hahaha

Rafaela Cabral . disse...

nossa gostei bastante do teu post . *-* beijos

Jéssica Moreno - Freire disse...

muito bom

Anônimo disse...

adorei o post

@meconteumconto disse...

Muito, muito lindos todos os seus textos, parabéns ! @meconteumconto :D