sábado, 3 de abril de 2010

Flecha


Do que adianta querer mudar e não começar? Se a vida te cansa, de a volta nela. Se a rotina te pegou, faça outra até cansar dela também. Todos os caminhos levam pro mesmo lugar? Passe a andar por outra rua, outras esquinas, outras praias. Tenha novas idéias. Caia na tentação, lambuze e abuse. Seja simples e depois extremamente exagerado. Seja o oposto. Seja você. Seja o que gostaria de ser. Somos tanto em um, só basta agir como quiser. Guarde suas lágrimas e distribua sorrisos, até mesmo os forçados. Ria de si mesmo, e não planeje tanto, pois as coisas mudam com tanta rapidez que a decepção só vai aumentar no final das contas. Deixe agir com naturalidade, não há nada melhor do que uma surpresa. Surpreenda-se com suas escolhas, sem medo e sem culpa. Você não tem culpa se deseja seguir por essa estrada, ou se seu coração manda você voltar. Não se culpe tanto assim. Não faça de você o alvo. Seja a flecha e deixe que a força e o vento guiem você.
 

3 comentários:

Finotti, Mariana disse...

concooordo totalmente...

somos responsaveis por TUDO que cativamos..

admiro ver gnt que pensa assim,mt bom...... :)

AMÉRICO, Tassyane disse...

O difícil é mudar a vida quando as pessoas estão todas contra. Adorei o texto

Elizângela Lopes disse...

muito bom seu blog.eu também criei o meu agora,também ñ creio que quiram me seguir,afinal tô começando do zero.mais vou tentar quanto ao seus artigos tão belos.