quarta-feira, 7 de abril de 2010

O tempo muda...



Faz um frio aqui dentro, mesmo sem correr um vento.
O sol parece querer surgir, mas certas nuvens não deixam. Ainda consigo ver as gotas que até criam formas; Elas imitam as nuvens que rabiscam o céu, diferentemente para cada um. Ninguém vê o mesmo desenho, sempre tem algo diferente, mas, tudo nos leva onde queremos chegar, ou de onde estamos fugindo. É como acordar e perceber que o meu tempo está acabando... até o tempo vem melhorando.  Não há mais desenhos, nem gotas e nem nuvens. Só me resta decidir onde quero chegar.

8 comentários:

Luisa disse...

" Ninguém vê o mesmo desenho, sempre tem algo diferente, mas, tudo nos leva onde queremos chegar, ou de onde estamos fugindo"

Tão singelo, tão verdade.

Lu! disse...

ótimo texto,muito verdadeiro e é exatamente como eu me sinto,é exatamente o que eu vejo.

Gostei do blog!!
To seguindo!!!

Beijos e não esquece de dar uma passadinho no meeu ok??
http://notnoticethemess.blogspot.com/

Samarav disse...

"Faz um frio aqui dentro, mesmo sem correr um vento." sei bem o que é isso, é horrivel sentir frio interior.
o textem está lindo, muito bem escrito.

beijo

Ana Agarriberri disse...

Retribuindo a visita lá no Molhe-se... Lindo texto, ótima percepção sobre as mudanças ao nosso redor. Gostei muito. Parabéns. beeejo pra vc. :)

Coelinos Selvagens disse...

Talvez o frio seja uma delicada forma de calor.

hehe

AMÉRICO, Tassyane disse...

Adorei tudo e o teu perfil. Li e reli e incrível, sei exatamente como é isso. Sei como é sentir essa necessidade de escrever. Lindo texto!

M!sunderstood disse...

Olá May, td bem?

vim agradecer-lhe os elogios e retribuir a visita, também escreves muito bem. O post está perfeito, bem realista. adorei seu blog, to seguindo aki viu

Beijos, ótima tarde.

M!sunderstood

Brenda Gomes disse...

Lindo o texto, a sutileza das palavras torna simples e agradável! bjs